10/10/2009

raciocínio quebrado

Os pré-socráticos escreveram textos inteiros, lineares, com raciocínios sistematizados, mas o Tempo tratou de deletá-los. O que chegou até nós são "apenas" FRAGMENTOS, pedaços de raciocínios valiosos. Mas o século XXI, com sua lógica NÃO LINEAR, fragmentada, quebrada, não nos permite mais nos referirmos aos fragmentos como "apenas".

E eu, que nasci no século passado com meu raciocínio já QUEBRADO, quando ouço ou leio críticas aos pensamentos fragmentados (como se a razão só se expressasse em pensamentos inteiros e lineares), não consigo deixar de rir e pensar: ao criarmos fragmentos, poupamos o TEMPO do trabalho que os pré-socráticos lhes deu, pois foi preciso muito, muito, muito tempo para que suas obras inteiras se transformassem em pequenos pedaços. Os fragmentos-conceitos possuem o tamanho que precisam e nem sempre o pequeno é pequeno e o grande é grande.

É em consideração ao TEMPO, que tem muito o que fazer, o SÉCULO XXI registra sua MEMÓRIA em fragmentos, posts, scraps, torpedos, mensagens. E nenhum raciocínio, inteiro ou quebrado, vale mais do que o outro - o que vale é riqueza da MENSAGEM que ele veicula.


E o TEMPO, sempre ele, há de nos dar razão.

ps: para ler ao som de raciocínio quebrado, canção do rapper parteum.

7 comentários:

Anônimo disse...

adorei o post.
e viva os raciocínios quebrados!

temporada de patos disse...

carambas! vou expandir isso aí e levar para minha aula!!!! beijos, bejos e manda mais dessas "bombas de pensamento"!!

Anônimo disse...

Totalmente concordo, quanto insiro a "G.H." de Clarice Lispector, que tão nos traduz quanto ratifica este pensamento sublime de que a mensagem ainda impera sobre os meios, embora saibamos que a força destes tenda a massificar qualquer ação sem reflexão:

“Se eu me confirmar e me considerar verdadeira, estarei perdida porque não saberei onde engastar meu novo modo de ser – se eu for adiante nas minhas visões fragmentárias, o mundo inteiro terá que se transformar para eu caber nele”
POIS QUE O MUNDO SE TRANSFORME PARA NÓS.

dumas disse...

muito legal esse trecho de clarice, pois q o mundo se transforme então!!

dumas disse...

o cuidado é não cairmos na bobagem de acreditar q um sistema é superior ao outro. o q queremos é q as bolsas de pesquisa contemplem tb os raciocínios não-lineares, não apenas como objeto de estudo (como fazem), mas como método, linguagem...

temporada de patos disse...

arrasou! vamos peticionar o cnpq! rs.

Anônimo disse...

é isso aí gata, muito bom o texto. tô contigo. o problema que vejo do fragmento é no uso jornalístico, que se vale disso para mentir dizendo a verdade...
e sobre o tempo é imperdível o livro (vc deve conhecer) Sonhos de Einstein do Alan Lightman....